Autogestão: magistrados e servidores devem responder pesquisa até 12/9

 

Magistrados e servidores do TRT5 devem responder, até o dia 12 de setembro, à pesquisa da população epidemiológica do Tribunal, que está disponível na intranet, em Gestão de Pessoas/Pesquisa Plano de saúde. A pesquisa, que vai subsidiar a implantação da autogestão em saúde, questiona, entre outros pontos, o número de dependentes, as doenças que o titular e dependentes possuem, necessidades com relação à odontologia, a prática de atividade física e a procura por serviço médico particular no último ano. Aposentados receberão o questionário impresso em casa.

A pesquisa foi anunciada no último dia 4, em reunião da presidente da Comissão de Autogestão em Saúde do TRT5, desembargadora Maria das Graças Boness, com o presidente do Tribunal, desembargador Valtércio de Oliveira, e a equipe da Coordenadoria de Saúde.

Após o Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT/BA) aprovar por unanimidade a implantação do Plano de Autogestão em Saúde do TRT/BA, intitulado TRT5 Saúde, a desembargadora explicou que seria disponibilizado um questionário na intranet, a ser respondido por magistrados e servidores.

'Queremos traçar o perfil dos titulares e dependentes para a identidade concreta de nossa população. A pesquisa servirá para nortear o credenciamento de médicos, clínicas e hospitais', frisou a magistrada, que teve a iniciativa apoiada e incentivada pelo presidente.

ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS - Outros canais acessíveis a magistrados e servidores que possuem dúvidas sobre a autogestão são os contatos da Seção de Apoio a Planos de Saúde (Saps) - Telefone (71) 3319-7112 ou email saps@trt5.jus.br, com o chefe da unidade, André Liberato. Também está disponível o telefone 3319-7309, do Gabinete da Desembargadora Graça Boness, para esclarecimentos com a própria magistrada ou com o servidor Luciano Filgueiras. Uma página no Portal também esclarece mais dúvidas.

Secom TRT5 - 13/8/2014