Equipe de Odontologia é capacitada para realizar avaliação epidemiológica em saúde bucal

A equipe da Seção de Odontologia do TRT5 participou de um treinamento prático para aplicação de método de avaliação epidemiológica (populacional) em saúde bucal na manhã desta sexta-feira (26/10). As professoras Maria Isabel Pereira Viana e Maria Beatriz Barreto de Souza Cabral, ambas da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), foram as responsáveis pela capacitação dos dentistas, estagiários e o pessoal administrativo da unidade. O treinamento teórico, que faz parte do programa de capacitação, ocorreu no dia 21 de setembro.

De acordo com o chefe da Seção de Odontologia, José Antônio Sestelo, a previsão é que o Tribunal baiano passe a realizar as avaliações epidemiológicas a partir de 2019. A finalidade destas avaliações, segundo ele, é a realização de periódico em saúde bucal nos magistrados e servidores. Em uma primeira etapa, são avaliadas as condições e a realidade da população do TRT5. Após essa fase, será produzido um relatório para a Administração com informações e elementos para planejar políticas públicas e estratégias globais.

A professora e dentista Maria Isabel Vianna aponta que, além da perspectiva coletiva, que é muito importante, o próprio indivíduo participante vai ser beneficiado. "Pesquisas apontam que órgãos que implantaram a avaliação epistemológica na sua rotina melhorou consideravelmente a saúde bucal da população de uma maneira geral", finaliza.

Secom TRT5 (Renata Carvalho) - 26/10/2018