Febre Amarela: magistrados e servidores devem procurar unidades públicas de saúde para vacinação

A Coordenadoria de Saúde orienta que magistrados e servidores procurem as unidades públicas de saúde para vacinação contra a febre amarela, uma vez que a vacina não será disponibilizada no TRT5. De acordo com a Coordenadoria, apesar das tratativas junto à Secretaria de Saúde do Município para cessão de doses da vacina para o Regional, não se obteve êxito, já que o Programa Nacional de Imunização, coordenado pelo Ministério da Saúde em articulação com as secretarias estaduais e municipais, detém o controle sobre a estratégia de produção, logística, aplicação e acompanhamento estatístico, não realizando ações “extra-muro”.

Até o momento, a vacina está sendo ofertada nas unidades de saúde pública com o esquema padrão de uma única dose (0,5 ml) com validade por toda a vida . A vacina da rede privada não está sendo encontrada com facilidade. Tanto a da rede particular, quanto a da pública vem do mesmo vírus, e, portanto, têm a mesma eficácia e segurança. Em nota, a Secretaria de Saúde informa que a Campanha de Vacinação, com doses fracionadas, ocorrerá no estado de 19 de fevereiro a 9 de março de 2018 com a finalidade de ampliar o número de imunizados em Salvador e Região Metropolitana. A dose fracionada confere imunidade de no mínimo oito anos. A eficácia da vacina é de 98%.

A nossa arma mais potente contra a febre amarela é a vacina. Por isso, vamos todos incentivar a vacinação!

Coordenadoria de Saúde (Com edições da Secom/TRT5)  - 25/01/2018