Outubro Rosa: leia texto enviado pela Coordenadoria de Saúde do TRT5 sobre importância da prevenção

A Coordenadoria de Saúde do TRT5 encaminhou o texto abaixo, de autoria do médico clínico Thiago Martins Oliveira, sobre a importância da campanha de prevenção ao câncer de mama.
 

"Outubro Rosa - 'Quanto antes melhor'

Outubro Rosa é uma campanha anual, realizada mundialmente no mês de outubro desde 1990, com intuito de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama e os cuidados com a saúde feminina em geral.

Nestes 30 anos de campanha muitos avanços foram conquistados, mas ainda há muitas dúvidas sobre a doença, principalmente quanto aos fatores de risco, a prevenção e o diagnóstico precoce.

Neste Outubro Rosa 2020, a Sociedade Brasileira de Mastologia lançou a campanha " Quanto antes melhor", com o objetivo de conscientizar a população feminina sobre a importância de adotar o quanto antes um estilo de vida saudável, como a prática de atividades físicas, alimentação adequada, suspensão do tabagismo, controle da ingesta de álcool, a fim de evitar o desenvolvimento de doenças, dentre elas, o câncer de mama.

Essa campanha ganha ainda mais importância neste momento atual de pandemia, já que muitos exames de rotina e de rastreamento deixaram de ser realizados. Segundo o Ministério da Saúde, houve uma queda de aproximadamente 47% na realização de mamografias na rede pública, de janeiro a julho deste ano, comparando com o mesmo período do ano passado. Dado muito preocupante, já que a mamografia é considerada exame fundamental para a detecção precoce do câncer de mama, aumentando significativamente a chance de cura.

A estimativa do Ministério da Sáude divulgada em fevereiro é que ocorram, em 2020, 66.000 casos novos de câncer de mama em todo o país. Destes, 3.460 casos novos na Bahia e 1.180 em Salvador. Os casos novos não deixarão de surgir, porém com a redução da realização de mamografias serão diagnosticados casos mais avançados, tumores maiores, reduzindo a chance de cura.

É preciso retomar o rastreamento o quanto antes para evitar casos avançados no futuro próximo. Ultrapassado o pico da pandemia da covid-19, com a estabilização do número de casos e com a flexibilização vigente, é importante que as mulheres retomem seus exames, seguindo as devidas medidas de segurança.

Dr. Thiago Martins Oliveira
Médico Clínico – Coordenadoria de Saúde TRT5
CRM-BA: 15870"