Painel de Saúde usa descontração para informar trabalhadores terceirizados do TRT5

A professora e doutora Rita Fernandes coordenou a apresentação dos acadêmicos de Medicina da UFBA

Um painel interativo e descontraído sobre saúde reuniu, dentre motoristas, copeiros, ascensoristas e funcionários da limpeza, mais de 80 trabalhadores terceirizados do TRT5, no auditório do Fórum do Comércio, na tarde desta quinta-feira (7/6).

A apresentação, conduzida por 13 estudantes da Universidade Federal da Bahia, sob a coordenação da professora Rita Fernandes, enfocou temas como hipertensão arterial, excesso de peso, atividade física e  alimentação. O público viu que, para manter uma alimentação saudável, não é necessário gastar mais do que se aplica mensalmente em produtos industrializados presentes na maioria das casas. Também, que o teor de sódio presente nos caldos de carne e em outros itens podem afetar a pressão arterial e provocar a hipertensão.

 

Os participantes observaram as explicações sobre o prejuízo do consumo excessivo de sal

Sobre a relação da atividade física e obesidade, os estudantes lembraram que, para quem não pode frequentar uma academia, qualquer atividade do dia a dia pode ajudar na perda de peso. Subir e descer escadas, fazer caminhadas até a casa ou o trabalho e dividir os trabalhos domésticos com as mulheres também é uma boa alternativa para os homens.

Durante o evento, o estudante fez a medição da circunferência abdominal do trabalhador.

O Painel foi promovido pelo CSTRAB, pela Seção de Qualidade de Vida, pela Coordenadoria de Saúde e pelo  TRT5-Saúde, em parceria com a Faculdade de Medicina da UFBA.

Secom TRT5 (Nailan Brasil, sob a supervisão de Franklin Carvalho) – 8/6/2018