Participe da implantação do Exame Periódico Bucal: responda ao questionário

Clique no banner para responder ao questionário. Ele estará disponível também na página inicial da intranet (abaixo da coluna destaques)

A Seção de Odontologia do TRT5 realiza a partir deste ano exames periódicos de saúde bucal em magistrados e servidores do TRT5 e, para embasar esse trabalho, convida todos a responderem ao questionário online, disponível no link acima. A partir dos resultados dos questionários e dos exames clínicos, será possível traçar um perfil sobre a saúde bucal da população do TRT5, para se chegar às principais exposições ocupacionais associadas a alterações bucais. O programa vai começar por Salvador.

O Periódico Bucal tem parceria com a Faculdade de Odontologia da UFBA, que já desenvolveu um projeto similar no Sesi-BA (Serviço Social da Indústria). O chefe da Seção de Odontologia, José Sestelo, explica que o exame não será obrigatório, como acontece com o periódico médico, que é realizado dentro do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), em cumprimento às diretrizes do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). “Mas é um exame altamente recomendável”, alerta o odontólogo.

O exame preventivo permite um diagnóstico precoce. O estresse, por exemplo, pode apresentar algumas consequências nas condições da saúde bucal, como a contração da mandíbula, que causa dor; a dificuldade na mastigação; o desgaste dos dentes, etc. Doenças, como gengivite, placas bacterianas e periodontite, uma das mais comuns, poderão ser detectadas durante o exame clínico, que analisará toda a arcada dentária, assim como partes moles (língua e mucosa) e as articulações. Os quatro odontólogos do TRT5 foram treinados pela UFBA, em 2018, para a execução desse exame.

As unidades do Regional também receberão a visita da Seção de Odontologia que vai explanar sobre a importância do Periódico Bucal. A Coordenadoria de Saúde vai entrar em contato com cada um para convidar a participar do programa. O exame vai permitir ao TRT5 traçar um diagnóstico sobre os riscos ocupacionais para, posteriormente, minimizá-los ou eliminá-los.

Secom TRT5 (Caíque Carvalho e Juliani Rodowanski, sob supervisão de Solange Galvão) – 28/3/2019