TRT-PE recebe visita de desembargadora do TRT5 para compartilhar experiências da autogestão em saúde


(Foto: Secom TRT-PE)

Na manhã da última terça-feira (12), o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE) realizou uma reunião entre a desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5) Maria das Graças Oliva Boness, a recém-instituída Secretaria de Autogestão em Saúde (SAS), membros do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal em Pernambuco (Sintrajuf/PE) e a juíza auxiliar da Presidência do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5), Joana Carolina Lins Pereira, com equipe de servidores.

O desembargador Eduardo Pugliesi, representante da Segunda Instância no Conselho Deliberativo do TRT6 Saúde, recebeu a desembargadora Maria das Graças Boness para ouvir sobre a experiência bem-sucedida da implantação do sistema de autogestão no TRT5 em 2014. Na ocasião, a magistrada comentou sobre os principais desafios enfrentados e estratégias para lidar com eventuais adversidades.

No dia anterior à reunião, a segunda-feira (11), a desembargadora do TRT5 esteve no Gabinete da Presidência, ocasião em que foi recebida pelos desembargadores Dione Furtado, vice-presidente do TRT6, e Eduardo Pugliesi, além dos servidores Sergio Mello, secretário- geral da Presidência, e Renatto Pinto, diretor da SAS. 

O Programa de Autogestão TRT6 Saúde, que teve sua implantação autorizada pela Resolução Administrativa 13/2018, tem por finalidade assegurar assistência à saúde de forma indireta aos beneficiários titulares, dependentes e agregados, funcionando como um modelo de gerenciamento médico-hospitalar em que o TRT-PE fará o credenciamento direto da rede de atendimento a saúde e dos demais prestadores de serviço na área.

Fonte: Secom TRT6  - 15/3/2019