TRT5-Saúde altera coparticipação para internações psiquiátricas e de dependência química

O Conselho Deliberativo do TRT5-Saúde fixou novos valores de coparticipação para os casos de internações psiquiátricas e de dependência química. A partir do 31º dia de internação, inclusive o Hospital Dia, incidirão 5% de coparticipação e, a partir do 46º dia, incidirão 10% de coparticipação. O período de 30 dias sobre o qual não incide qualquer coparticipação é denominado de isenção, e será apurado dentro do ano civil em curso.

VALORES MANTIDOS — Os valores de coparticipação aplicados no TRT5-Saúde permanecem de 30% para as consultas (incluindo psicoterapia e nutricionista) e de 10% para exames, procedimentos ambulatoriais, RPG, pilates, hidroterapia e acupuntura — os percentuais são calculados sobre os valores da tabela que o plano paga aos prestadores. Um exemplo é a consulta médica, que na tabela está orçada em R$ 88,00.

Fica mantida também a isenção de coparticipação nos casos de internação, urgência, emergência e tratamento de alto custo — aquele que ultrapassa 30 dias e cujo valor mensal for igual ou superior a R$ 2 mil, e não se caracterize como internação.

Ato do Conselho Deliberativo do Trt5-Saúde N. 1/2019, divulgado no Diário da Justiça do TRT5 de 2/5/2019

Secom TRT5 (Franklin Carvalho) - 2/5/2019